A fisioterapia obstétrica tem um papel fundamental no ciclo gravídico puerperal, não só para preparar essa gestante para o parto mas também para ela entender como funciona o corpo e facilitar todo processo da gestação, parto e pós parto.

Pré-Natal

A gestante pode começar o acompanhamento entre 12 e 14 semanas de gestação. Nesta fase é importante passar por uma valiação com fisioterapeuta especialista em obstetrícia. A prevenção das dores musculoesqueléticas devem iniciar o quanto antes, através de orientações e adaptações necessárias nesta nova fase. O fisioterapeuta deve adequar as atividades físicas da mulher no período gestacional, além disso a avaliação funcional dos músculos do assoalho pélvico e treinamentos devem ser individualizados sempre, auxiliando na prevenção de disfunção como incontinência urinária e fecal, dor na relação, flatos vaginais. Pensando na preparação do corpo para o parto e pós-parto trabalhamos exercícios específicos de mobilidade pélvica, consciência corporal, exercícios respiratórios, fortalecimento de estruturas específicas, treino muscular do assoalho pélvico, massagem perineal e preparação do casal para o parto.

O Parto

O Fisioterapeuta auxilia nos exercícios, proporcionando um posicionamento que facilite a movimentação da pelve para cada fase do trabalho de parto. Além de trabalhar a respiração da parturiente e realizar os métodos de alívio de dor durante as contrações. Isso sem deixar de lado o apoio emocional para que ela não desista do parto normal, mas sempre levando em conta os limites da mãe e do bebê. Lembrando que humanização do parto não é tentar a todo custo uma via de parto, e sim respeitar a decisão da parturiente, tornar ela verdadeiramente protagonista do próprio parto!

Pós-parto (Puerpério)

No pós parto a recuperação e o retorno do corpo ao estado anterior podem ser fonte de ansiedade. É um processo natural, que muitas vezes demora além do tempo esperado pelas puérperas. Por este motivo, os cuidados com a mulher durante a gestação fazem toda diferença para um pós-parto mais tranquilo. A fisioterapia cuida principalmente da região abdominal e pélvica. A gestação pode causar a diástase abdominal e disfunções da musculatura do assoalho pélvico como Incontinência Urinária, flacidez vaginal, dores na relação, dentre outras.

Enfim, a Fisioterapia Obstétrica pode contribuir para que todas as fases da gestação sejam experimentadas com saúde e bem estar da gestante e do seu bebê.

Agende a sua avaliação

aqui mesmo pelo site!

É fácil, rápido e confortável pra você.
Escolha agora o melhor dia e horário para o seu agendamento.

Conheça a Dra.

Carla Favero Furio

  • CREFITO‌ ‌9/224669‌;
  • Fisioterapia‌ ‌na‌ ‌Saúde‌ ‌da‌ ‌Mulher‌;
  • Fisioterapia‌ ‌Pélvica‌.
Iniciar conversa
Contato via WhatsApp
Olá!
Deixe sua mensagem e entraremos em contato em seguida.